FANDOM



A Estrige (polonês: strzyga) é uma mulher transformada em um monstro, por causa de uma maldição. Ela está cheia de ódio para com todos os seres vivos, devorando-os sem pensar duas vezes.

O monstro aparece no primeiro livro da saga, O Último Desejo, no conto O Bruxo.

Andrzej Sapkowski Editar

Big Quote Left
Visitava cidades e fortalezas, buscava proclamações afixadas em postes nos cruzamentos das estradas, procurava anúncios: “Precisa-se urgentemente de um bruxo.” Além disso, era muito comum encontrar um local sagrado, uma masmorra, uma necrópole ou ruína, um barranco numa floresta ou uma gruta nas montanhas com muitos ossos e fedor de carcaça. E também havia seres que viviam exclusivamente para matar, por fome, por prazer, por causa de um desejo doentio de alguém ou por outros motivos: manticoras, serpes, núbilos, zygopteras, quimeras, leshys, vampiros, ghouls, lobisomens, escorpiões gigantes, estriges, tragarças, quiquimoras, wippers. Aí eu os enfrentava com golpes de espada e, depois, via medo e nojo nos olhos dos que me pagavam por tais serviços.
Big Quote Right
Trecho de O Último Desejo

Maldição e transformação Editar

Não há muitas informações sobre a maldição que transforma as mulheres em uma estrige. O único exemplo bem documentado da vida de uma estrige foi o de Adda, a Branca, filha de Foltest, rei da Teméria. Ela foi amaldiçoada antes de seu nascimento, então nasce uma estrige. Ela e sua mãe, que não sobreviveu ao nascimento, foram colocadas para descansar em um único túmulo.

Acabar com a Maldição Editar

A fim de acabar com a maldição em uma estrige, "alguém deve impedir a estrige de retornar ao seu caixão até o terceiro canto do galo. Então, ela seria curada, transformando-se em uma menina comum".

Vida após a Maldição[1] Editar

Depois que uma pessoa foi curada da maldição, há a chance de que a pessoa não vai se recuperar totalmente mentalmente, mantendo parte da natureza cruel e um tanto obtusa de sua forma de estrige anterior. No entanto, há também a sugestão de que esta é específica para o caso de Adda; ser amaldiçoada antes do nascimento, ela não teria nenhuma exposição a humanidade e, portanto, teve que aprender a fala, comportamento adequado, etc. em uma idade muito mais velha do que o normal.

Há também a chance de uma recaída, assim voltando a se transformar em uma estrige. Para evitar isso, estriges "curadas" usam amuletos e participam de rituais destinados a afastar a maldição.

Notas & Referências Editar

  1. Informações com base no jogo The Witcher.

Galeria Editar